Bonsai UX
Bonsai UX

UI, Design e User Experience de um ponto de vista zen

Share


Our Newsletter


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Tags


avrt

Twitter


Bonsai UX

Instale o Git no Windows

Poe BellentaniPoe Bellentani

Um manual prático de instalação do Git para Windows. Não tem como função ensinar a usar o Git, mas sim com configurar um ambiente pra você usar.

Para aprender Git indico:

Nos próximos meses vou subindo todo o material que tenho aqui de tutorial para o workshop de Git que ministro. Aí vai expandindo o conhecimento disponível por aqui. Por enquanto é só a instalação mesmo. ;)

A Instalação

A instalação do GIT serve para duas coisas:

Se quiserem dar uma treinada também no shell, tem o curso "Learn the Command Line", mas é opcional.

Para instalar o GIT em Windows utilize esse link:

http://git-scm.com/download/win

Importante: verifique se o seu sistema é 32 ou 64-bits e baixe a instalação equivalente, caso seu sistema operacional seja outro, verifique a lista de instalações para pegar a versão correta.

Passo-a-passo da instalação

  1. Abra o arquivo do Git selecionado e selecione “Next” nas três primeiras etapas.

img01

img02

img03

  1. No “setup” escolha os itens como na configuração abaixo e clique em next:

img04

  1. Escolha a pasta de sua preferência para salvar o programa no “Menu Iniciar” do Windows.

img05

  1. Escolha a opção do meio “Use Git from the Windows Command Prompt” e clique em “Next” (caso tenha conhecimento avançado e queira fazer de uma forma diferente, sinta-se a vontade para mudar)

img06

  1. Escolha a opção “Checkout as-is, commit Unix-style line endings” e clique em “Next” (caso tenha conhecimento avançado e queira fazer de uma forma diferente, sinta-se a vontade para mudar - escolhemos esse por ser o que dá menos problemas e não "estraga" nada que esteja rodando na sua máquina).

img07

  1. Clique em “Finish” e o Git estará instalado. \o/

img08

Instalando a chave SSH

Para acessar o GitHub ou o Bitbucket (dois serviços de repositórios remotos), você precisará configurar um par de chaves SSH.

Considerando que o Git foi instalado com sucesso, abra o Git Bash.
Para testar se o Git está lá é só dar o comando git --version no shell e a resposta será algo como abaixo:

$ git --version
git version 2.6.1.windows.1

Verifique se no seu usuário já existe um par de chaves. Para fazer essa verificação você pode usar esse tutorial do próprio site oficial do Git.

Para criar uma chave nova, vá até a pasta /.ssh do seu usuário. Caso ela não exista crie uma.

A maneira mais fácil de fazer isso é via o Git Bash mesmo (esse cara aí debaixo.

Git Bash

Pra abrir o Git Bash é só clicar na sua área de trabalho que ele estará por lá:

Git Bash Icon

Quando você abre ele há uma indicação da pasta do usuário. Dependendo da configuração do path do seu Windows pode aparecer como:

img09

Ou ainda como:

img10

Para checar digite:

img11

Irá aparecer a lista de pastas. Se não exister a pasta .ssh , crie ela através do comando mkdir .ssh.

img12

Agora você pode jogar as suas chaves dentro dela (lembre-se que o seu Windows deve estar com a opção “Arquivos de Ocultos e de Sistema” e “Extensões de arquivos conhecidos” configurados para visível).

Depois da pasta criada, você precisa gerar os códigos. Existem dois tutoriais que podem te ajudar nisso (escolha o que achar mais simples ou o relacionado ao serviço de repositório remoto que está usando):

Importante: ao criar uma chave, lembre-se sempre de colocar um nome compreensível (tal como “chave-empresa”, “seunome-ssh”, “minhachave”, etc. Você pode ter multiplas chaves para serviços distintos e nomes compreensíveis facilitam você a identificar elas no futuro.


Espero que seja útil. Caso tenha dúvidas na instalação ou sugestões é só mandar aí embaixo nos comentários que respondo.

Logo mais começo a postar uns tutoriais simples de Git, mas acho que aprender é possível lá com os cursos indicados no topo (sim, eles são gratuítos e MUITO bons. :)

See ya!

Comments